90º dia - Uma aventura no shopping

Dia chuvoso para nós é sinónimo de sessões de cinema. Decidimos ir pela segunda vez ao cinema do shopping Iguatemi. Vocês não têm noção da qualidade daquilo. Primeiro tens a dificuldade em escolher os diversos filmes disponíveis, durante a compra do bilhete podes optar por 2D ou 3D e qual a sala que desejas, se escolheres a sala Premium tens direito a um sofá que encosta para trás e podes esticar as pernas à vontade. Após comprares o bilhete escolhes a bebida que queres, os doces e, claro, as pipocas!! Pipocas com sabor a caramelo, chocolate, bacon ou pimenta!! Mesmo que escolhas o saco grande, comes todas antes do filme começar.
Após a confortável sessão de cinema decidimos jantar pelo shopping. Depois fomos até ao supermercado comprar o que faltava para encher o frigorífico até que... 
"André? Tens o meu cartão de multibanco certo?" 
"Não Verónica, eu dei-to!" 
"Ãn? Ahhh ficou no tabuleiro da comida... que foi para o lixo!!" 
Amigos, nunca eu tinha subido umas escadas tão depressa, fui a voar até à zona dos restaurantes. Mal lá cheguei, pelo meu ar de bagunçada, perguntaram logo se precisava de ajuda. Expliquei que o meu cartão de multibanco tinha ido para aquele lixo ali (apontei) e corri para lá para esgravatar tudo o que lá estava até que.. 
"Minha menina, os lixos acabaram de ser recolhidos, os sacos estão todos no subsolo do shopping"
"O QUE????" (Choro, muito choro)
Fiz com que dois rapazes das limpezas me levassem ao subsolo do shopping! Gente imaginem, eu, o André e dois rapazes a desejarem a minha morte, no subsolo do shopping, cada um com uma mola no nariz para aguentar o cheiro insuportável que lá estava. Quando olhei eram cerca de 30 sacos do lixo, mesmo assim não perdi a esperança. Despejámos cada saco um por um, após quase uma hora de exaustão só restava um saco... Rezei pedindo à Nossa Senhora de Fátima que me pusesse lá o cartão mesmo se não fosse aquele o raio do saco!! Adivinhem... encontrámos o maldito cartão!!!!
Não fosse a minha persistência nunca o teríamos encontrado! Não fosse a minha distração nunca o teria perdido. Enfim, a imagem dos meus pais com uma espingarda na mão não me saía da cabeça...
Dei um abraço e 10 reais a cada um dos moços como forma de agradecimento, já o André nem sei como tem tanta paciência para os meus devaneios. Nem todos se submetem às minhas loucuras.
E pronto, conseguimos um domingo diferente.