70º dia - Surf na Praia Mole

Hoje estava um solinho agradável, fui até à praia com a Rob após o estágio. A praia nesta altura do Outono está habitada por surfistas e fotógrafos. Um deles fotografou-nos desprevenidas e ficou uma fotografia excelente, claro que a queria para mim. Passámos um final de tarde entre conversas sobre surf e a vida. Ele tirou-me estas fotografias e ainda nos ofereceu umas aulas de surf. Aqui o pessoal é todo boa onda, jovens emigram sozinhos para Floripa só para passar uns meses e é o suficiente para criarem fortes amizades. Ele é da Bahía e vem para cá todos os anos passar uns 3 meses só porque sim, porque o faz feliz. E como ele há milhares de outros. O espírito é mesmo este e eu estou a entrar nele. Dou mais valor aos momentos, às pessoas e às conversas. Prefiro um bom final de tarde do que ganhar 1000 reais. Tenho uma maneira diferente de ver a vida, tenho-me conhecido melhor. Estar sozinha, longe de tudo e todos, obriga-me a conhecer o meu interior, tudo aquilo que sou capaz ou não, tudo aquilo que estou disposta a fazer, descubro os meus limites, as minhas qualidades e defeitos. Enquanto estiverem entre a família, com os mesmos amigos, nos mesmos locais, nunca irão conhecer-vos. Arrisquem, peguem em vocês e vão durante um mês para fora. Faz-nos tão bem! Acreditem em mim.