Sadness

“Hoje estou triste. Penso demais e não consigo parar de pensar. E nada me dá mais prazer e nada me dá mais dor do que pensar. É um vício, uma corrente estranha dentro de mim. Tenho medo de estar perdido. Tenho medo de que pensar seja a minha perdição. A minha loucura. Hoje estou triste porque não encontro nada à volta do que sou. E a morte é a solidão absoluta. Nada custa mais do que estar sozinho e ainda vivo. Deixar o corpo a respirar quando só a solidão nos resta é a mais pérfida das formas de morte.”

"In Sexus Veritas", de Pedro Chagas Freitas