05 maio 2015

64º dia - Recupera tio*

Esconderam de mim que uma das pessoas mais importantes da minha vida estava internada no hospital. Esconderam de mim um enfarte e uma parada cardíaca. Esconderam de mim e eu compreendo, só soube 3 dias mais tarde e quando recebi a notícia senti-me desamparada, sem chão, sozinha, lavada em lágrimas e a desejar voltar para Portugal. Por algumas horas senti que já nada desta experiência fazia sentido. Se soubesse do sucedido nem teria ido à festa que fui e nem teria andado por aí a passear, isso deixa-me triste.
Ele só é meu tio por estar casado com a minha tia mas não o vejo dessa forma, nunca vi. É meu tio de sangue, faz parte da minha família. Adoro a forma de ser dele, jovem, líder e sempre na picardia. Exige respeito e é respeitado. Vejo nele um exemplo, muitas qualidades que ele tem eu luto para tê-las também.
Sempre o admirei, sempre me dá aquele gosto dizer "ele é meu tio" ou "o meu tio é o Zé Dias". Quem não conhece o Zé Dias do Classic Pub? É ele, é meu tio. É tão forte ao ponto de resistir a dois enfartes e mesmo assim ser a pessoa mais positiva deste mundo. Por incrível que pareça só acontece quando estou longe, quando teve o 1º enfarte estava em Londres e agora estou em Florianópolis, acho que ele não aguenta ter a sobrinha preferida dele tão distante.
Por favor, recupera rápido! Precisamos todos de ti! Fazes-nos imensa falta. Esta família sem ti jamais seria a mesma. Obrigada por nos tratares como se fossemos a tua família de sangue, obrigada por olhares para mim como tua verdadeira sobrinha, por teres cuidado de mim durante estes anos. Cresci muito contigo. Embora me irrite o teu toque de campainha persistente quando vais à minha casa, eu bem lá no fundo não me importo, fico sempre feliz por saber que és tu que estás à porta. 
Recupera bem, sai desse hospital, eu quero que me vás buscar ao aeroporto!

PS: é bom que a partir de agora o pub tenha Guaraná à venda, pois não beberei outra coisa.


Sem comentários:

Enviar um comentário