22 março 2015

23º dia - Praia da Galheta

Saí as 13h do Hospital com sede de praia, não precisava do sol, só do mar. Vesti o biquíni à pressa e apanhei o primeiro ônibus que parou. Uma amiga queria-me mostrar a famosa Praia da Galheta, a praia de nudismo. A praia é linda, fiquei rendida! Quanto à parte do nudismo - algumas pessoas ainda estão encravadas na palavra - não consigo ver o corpo humano despido como algo meramente sexual. Adoro as curvas de um corpo gordinho, de um corpo magro, de um corpo com e sem complexos. A forma em V das nossas costas, a coluna saliente, a forma do rabo com ou sem celulite, um peito pequeno ou grande, é indiferente. É o nosso corpo, é onde habita a nossa alma. Observem a vossa sombra, observem as vossas curvas, apreciem. Eu vejo arte. 














Sem comentários:

Enviar um comentário