17 março 2015

17º dia - Piscinas Naturais

Quando estava em Portugal, aos sábados, não sabia se iria ver primeiro o jogo de basquet ou de futebol, se ia beber café ao Hambuá ou ao Tapas. Agora passo os sábados a decidir para qual praia vou e qual ônibus devo apanhar, enfim... não me interpretem mal mas a vida realmente dá muitas voltas.
Nesta manhã decidi ir com um grupo de portugueses fazer a trilha da Barra da Lagoa que dava para umas piscinas naturais de cortar a respiração! Observem bem as fotografias. À tarde fomos pela primeira vez à Prainha do Leste, que por acaso ficou como uma das minhas praias favoritas, areia baixa, pequenas ondas, temperatura da água óptima e vegetação à volta. Perfeito!
Há quem prefira fazer intercâmbio longe de portugueses mas junto deles sinto-me perto de casa. Já para não falar que a companhia dos meus portugueses é inevitável, adoro-os e sei que quando precisar estarão lá para mim. 
À noite como tínhamos uma pool party na casa de um amigo, e a minha casa ficava no centro, jantei e dormi na Lagoa na casa delas. A festa começou logo no ônibus claro. Quando chegámos, a casa e a piscina já nem se viam de tantas pessoas que lá estavam, intercambistas e brasileiros, foi de arromba! Nunca esperei que fosse todo o mundo! A casa para além de enorme, com jardim e pista de dança na garagem, era linda! Prefiro festas na casa de alguém do que festas da universidade. Passamos a noite a falar português com sotaque brasileiro, inglês, francês, espanhol... até acabarmos a falar "chinês" com dois copos de caipirinha na mão, se é que me entendem. Conhecemos imenso pessoal a viver a mesma experiência que nós e isso é reconfortante. Estamos todos para o mesmo, quer dizer... nem todos, 99% vieram para curtir e 1% para estudar vá. Eu sou o 1%. O final da noite não vos conto, os meus amigos não deixam.
















À noite






Sem comentários:

Enviar um comentário