09 março 2015

10º dia - Praia Mole

Passei este dia na praia, para não variar, com os intercambistas. Sinto-me cada vez mais em "casa", já estou localizada na ilha e tenho facilidade em orientar-me com os ónibus.
Tenho reflectido muito sobre o que quero para o meu futuro pois em poucos meses termino o curso e tenho de tomar decisões sérias a longo prazo. Onde quero trabalhar? Portugal? Fora? Aqui? Estou um pouco perdida. De uma coisa tenho a certeza, voltar para Portugal daqui a uns meses vai ser um choque. Não me imagino a viver de novo "presa", aqui sinto-me livre no sentido de ter tudo o que quero perto de mim (excepto algumas pessoas). Sei que quando começar a trabalhar em enfermagem estarei definitivamente limitada e isso assusta-me. Quero viajar, explorar o mundo, conhecer pessoas, ser feliz. Se pudesse unir a enfermagem com este desejo seria perfeito, como missões humanitárias. Não me conformo com pouco, preciso de muito, preciso de tudo, e sei que consigo ter tudo o que quero porque fui educada para ser persistente e determinada, até hoje nunca deixei nada por fazer ou dizer, tudo o que quis fiz e disse, mesmo com diversos obstáculos contornei-os e hei-de contornar. Os meus maiores pilares são os meus pais e sei que me irão apoiar seja qual for a minha decisão. Detesto rotinas, quero dias diferentes, quero aprender todos os dias algo novo. Não quero viver numa casa de uma cidade daquele país, quero viver no mundo.  Nada mudará isso. 










Sem comentários:

Enviar um comentário