26 agosto 2014

Bringing me down



«All she ever did was pick up the scars that he left
On her heart

And she bleed reliving the sweet words in terrible her
She gave him her heart, and so did he
But when we ripped the cord
Between his heart and hers
She fell to her knees in disbelief

And she was drowning in the middle of his ocean
She loved him, she was drowning
He drowned her in her sorrows
But he's scared to love another
But he drowned her
And he's staring at her body in the river of eternal love

Blue eyes, red lips, pale skin

He loved her...»

17 agosto 2014

Roadtrip - Costa Vicentina

E e o A. decidimos há uns meses atrás descer a costa vicentina, e como sempre, tudo o que queremos é posto em prática. Nunca adiamos planos. Algo bom que dividimos é sem dúvida o espírito aventureiro (apesar de eu ser mais), enquanto ele age de acordo com as leis e regras, eu não, eu ultrapasso-as (e ele passa-se!). No dia 4 entregámo-nos à estrada, sem horários ou planos. No início da viagem encontrámos esta carrinha e não nos poderia transmitir uma mensagem mais adequada ao momento. "A vida é para saborear intensamente. Deixa-me seguir-te". Filmámos os melhores momentos da viagem, mais tarde publicarei. Aconselho a todos descer a costa vicentina, o nosso país é bem mais bonito do que imaginamos, está preenchido por lugares encantadores.




1ª paragem: São Torpes

 2ª paragem: Porto Covo

3ª paragem: Vila Nova de Milfontes









4ª paragem: Almograve


5ª paragem: Zambujeira do Mar












6ª paragem: Sagres


7ª paragem: Portimão

Encontrei esta ciganinha por lá.

8ª paragem: Manta Rota




Pego do Inferno, Tavira

Monte Gordo
 

12 agosto 2014

Triangles ▽

Uma forma geométrica sofisticada. Adoro. Se algum dia fizer uma tatuagem será um pequeno triângulo invertido. Para além de ter a forma da letra inicial do meu nome, o triângulo invertido simboliza a feminilidade. Dentro dele pensei escrever uma palavra, a palavra que me persegue e me há-de perseguir: الصمت. Ando com esta ideia há uns dois anos mas tenho sempre medo de me arrepender destas coisas definitivas, embora seja discreto, rapidamente me farto. Talvez um dia, talvez.